NOTÍCIAS DA ASSEMBLEIA

Isolda enaltece Governo e diz que é preciso reconhecer esforço da gestão

Notícias | Publicado em: 27/08/2019

Em pronunciamento durante a sessão plenária dessa terça-feira (27), na Assembleia Legislativa, a deputada Isolda Dantas (PT) enalteceu as ações recém anunciadas pelo Governo do Estado e disse que é preciso reconhecer o esforço que a governadora Fátima Bezerra (PT) tem feito para superar os desafios que o Rio Grande do Norte enfrenta.

“Críticas e observações à gestão estadual são salutares, mas dizer que nada está sendo feito é muito grave e injusto. Não se pode cair no absurdo de afirmar que a governadora não tem apresentado alternativas para os problemas do Estado. Alguns ficam naquela torcida de quanto pior melhor”, disse Isolda.

A deputada lembrou a batalha da governadora para vender a folha, que agora se concretizou por R$ 251 milhões, recursos que serão utilizados para colocar o salário do funcionalismo em dia. “O esvaziamento dos corredores do Hospital Regional Tarcísio Maia e a redução dos índices de violência são obras do acaso?”, questionou a deputada.

Na oportunidade, Isolda enalteceu o encaminhamento feito hoje à Assembleia Legislativa, pelo Executivo Estadual, do projeto de lei Moto Legal, que dá oportunidade a proprietários de motocicletas com documentação em atraso, a regularizar a situação dos veículos junto ao Detran.

“Esse Poder é uma caixa de ressonância das demandas da sociedade e, portanto, não pode ser omisso. A proposta apresentada pelo Governo é um ato de reconhecimento às necessidades do Estado. Uma sinalização de que a administração está atenta e sensível aos assuntos de interesse popular”, afirmou.

Visita

Ao final do pronunciamento, a deputada Isolda registrou a visita na última segunda (26) da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa à Penitenciária Estadual de Parnamirim. O grupo esteve na unidade para averiguar as condições dos apenados após receberem denúncias de maus tratos e práticas irregulares. “Lamentável perceber a presença de tantos detentos jovens, cerca de 600, que lá estão cumprindo suas penas. Volto de lá mais gente, pois são aquelas situações que nos incomodam”, relatou Isolda, que é presidente da Comissão.

 

Álbum Relacionado

AL - Sessão Ordinária. 27.08.2019 Ft. Eduardo Maia

VOLTAR